Geração digital: “Os publishers precisam entender o que o cliente necessita e transformar isso em informação”

24 de agosto de 2022

Cintia Hachiya, do Banco Original, conversou com os publishers sobre as necessidades da geração digital no consumo de informação e de serviços

Cintia Hachiya, do Banco Original, conversou com os publishers sobre as necessidades da geração digital no consumo de informação e de serviços

Cintia Hachiya foi a convidada do Café com Aner desta terça-feira, 23 de agosto, para falar sobre as gerações que nasceram no mundo digital e seus anseios. A superintendente executiva de marketing do Banco Original contou como o banco vem atuando para entregar aos clientes um produto que resolva suas necessidades de forma simples, rápida e eficiente. Publicitária Formada pela FAAP, ela teve passagens por grandes agências como a W/Brasil, Lew’Lara/TBWA e Africa.

Durante o encontro, Cintia destacou a importância de olhar além dos dados e fazer a diferença na vida dos clientes, resolvendo seus problemas.

“É preciso fazer diferente para fazer a diferença. Somos um banco digital com atendimento humano. Vamos além das entregas tradicionais para suprir essa entrega ao consumidor”, afirma, fazendo um paralelo do Banco Original com o mercado editorial: “Os publishers precisam entender o que o cliente precisa e transformar isso em informação”.

Clique aqui e veja a íntegra da apresentação de Cintia em pdf

Cintia também destaca a importância dos dados para entender as necessidades dos clientes, seus hábitos de consumo, os momentos do dia em que ele acessa o banco e para que, com qual frequência. Ela explica que, graças ao formato de construção o banco consegue entender as necessidades, criar e colocar em prática boas soluções para fazer entregas mais preditivas.

“A partir do tagueamento das telas do aplicativo eu consigo saber o que o cliente fez dentro da jornada. Eu consigo cruzar esses dados com outros dados de análise de comportamento e oferecer uma oferta customizada para ele. Se eu sei que aquele cliente simulou alguma coisa ali dentro, uma ou duas vezes e não contratou, eu atuo com atendimento humano e pergunto por que ele não finalizou a contratação. Assim conseguimos melhorar potencialmente a nossa conversão”, conta.

Tendência de mercado e comportamento

A partir dos registros de tentativas e experiências dos clientes, o banco também consegue fazer análises dos tipos de produtos que o cliente está buscando e de tendências de mercado. Isso possibilita criar mensagens e ofertas mais direcionadas e assertivas ao cliente.

“A tecnologia está o tempo inteiro gerando dados, deixando pistas pra gente. E não adianta só ter esse monte de informação se eu não conseguir ter um plano de ação, ter um monte de dados e não saber o que fazer com eles. O dado precisa do humano, porque sem essa análise, sem o humano, a gente não consegue entender de que maneira interpretar isso. O digital existe e é importante, mas é o humano que vai fazer toda a diferença”.

Fazendo um paralelo com o meio editorial, Cintia explica que os publishers também devem olhar seu negócio como uma forma de resolver as necessidades dos clientes no meio digital e trazer algo a mais, que seja relevante, útil e faça diferença na vida das pessoas.

“Informação é dado. É preciso entender o que o cliente precisa. No final, são pessoas. É gente falando sobre gente”, explica. “Eu não faço a comunicação do banco apenas nos meios tradicionais. A gente tem que procurar outros meios de fazer. Porque o consumidor está em tudo que é meio. A gente está em todas as plataformas. Não só no Instagram, Facebook, TikTok ou YouTube… estamos em todas”.

Perdeu o Café com Aner ou quer ver novamente as dicas de Cintia? Clique aqui e assista em nosso canal do YouTube.

Quer ficar por dentro das notícias sobre a Aner, do mercado editorial e das novidades sobre tendências em jornalismo? Clique aqui e assine a Newsletter Aner.

Para acompanhar e participar dos fóruns internos de discussão sobre Logística, Jurídico, Tributário, Tecnologia e Inovação para empresas jornalísticas? Mande um e-mail para a Aner e torne-se sócio!

Selecionamos outros textos para você