Vídeos levam investimento em digital a novo recorde

PROPMARK – 22/10/2019

Os investimentos em publicidade digital nos Estados Unidos no primeiro semestre de 2019 totalizaram US$ 57,9 bilhões, representando a maior alta histórica semestral, de 17% na comparação com o mesmo semestre do ano de 2018, de acordo com um relatório da IAB e da PwC.

Quem liderou essa alta foi a publicidade em vídeo, que teve uma alta de 36%, e passou a representar US$ 9,5 bilhões em investimentos.

“O crescimento do vídeo digital desempenhou um papel fundamental ao proporcionar a 2019 a receita mais forte da história do digital. Cada vez mais, os anunciantes estão se voltando para as histórias em vídeos nas redes sociais e nas TVs conectadas para alcançar um público crescente chamado ‘cord-nevers’ – um grupo mais jovem que nunca assinou TV paga e não pode ser atingido por anúncios lineares de TV”, afirma Sue Hogan, vice-presidente sênior de pesquisa e análise do IAB. Segundo ela, o surgimento de formas “não tradicionais” de vídeo, ou seja, histórias em TV conectadas e redes sociais, deu aos anunciantes novas maneiras de alcançar o público mais jovem.

Essa nova forma de publicidade impacta nas estratégias de plataformas do setor. Roku e The Trade Desk, diz o The Drum, estão construindo ferramentas de medição para TVs conectadas. O YouTube está trazendo seus produtos de anúncios digitais para a tela grande. E, nesse contexto, a Tubular Labs quer padronizar a medição de vídeo social.

Mobile e áudio

No bolo dos investimentos digitais, o mobile atingiu US$ 40 bilhões, alta de 29% na comparação com o primeiro semestre do ano passado.

O áudio, graças à proliferação dos smart speakers como Alexa, está em franca expansão e já totaliza US$ 1,2 bilhão em investimentos em publicidade digital nos primeiros seis meses do ano, alta de 30%. A Warner Media anunciou recentemente a formação de uma equipe comercial focada em podcasts, por exemplo, como lembra o The Drum.

Selecionamos outros textos para você