Seminário internacional discute jornalismo e leis de acesso em quatro países

ABRAJI – MAIO/2021

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), em parceria com a Embaixada e Consulados dos Estados Unidos no Brasil e a Missão Diplomática Britânica no Brasil, promove na próxima terça-feira (18), um webinário internacional sobre leis de acesso à informação em quatro países – Brasil, Estados Unidos, Reino Unido e Índia – e como elas beneficiam o jornalismo. Clique AQUI para se inscrever.

O seminário “LAI e Jornalismo: Caminhos para a Transparência Pública” celebra os nove anos da implementação da Lei de Acesso à Informação no Brasil (Lei federal 12.527/2011). O evento on-line e gratuito será transmitido a partir das 10h30 (horário de Brasília), com tradução simultânea para o português e inglês.

Participarão do encontro: Nate Jones, diretor do departamento de Lei de Liberdade de Informação (Freedom of Information Act, FOIA, na sigla em inglês) do The Washington Post (EUA); Jen Bramley, gerente de parcerias do MySociety, organização sem fins lucrativos do Reino Unido que usa tecnologias on-line para empoderar cidadãos no espaço cívico; Shyamlal Yadav, editor sênior no Gabinete de Investigação do The Indian Express e pioneiro no uso efetivo da Lei RTI (Direito à Informação) da Índia; e Luiz Fernando Toledo, diretor da Abraji e cofundador da Fiquem Sabendo, agência especializada em Lei de Acesso à Informação (LAI).

O debate será mediado por Marina Atoji, gerente de projetos e de comunicação da Transparência Brasil e coordenadora do Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas, coalizão de organizações dedicada a defender a Lei de Acesso à Informação (LAI) no Brasil, da qual a Abraji faz parte.

Relatório LAI

Durante o seminário, Luiz Fernando Toledo vai apresentar os principais dados da 4ª edição do relatório da Abraji que avalia o desempenho da LAI nas redações do Brasil. O estudo mostra as dificuldades que os jornalistas enfrentam quando acionam a lei para obter informações para serem usadas em reportagens. Em 2021, o número de respondentes bateu recorde: 384 profissionais de todo o país participaram da pesquisa.

Conheça os palestrantes

Jen Bramley (Reino Unido)
É gerente de parcerias do MySociety, organização sem fins lucrativos estabelecida no Reino Unido que usa tecnologias on-line para empoderar cidadãos no espaço cívico. Criada em 2003, a iniciativa ajuda pesquisadores e jornalistas a usar dados abertos de forma gratuita. Trabalhou como desenvolvedora de projetos na BBC Media Action, braço filantrópico da emissora britânica voltado a projetos que combatem a desinformação, desafiam o preconceito e constroem a democracia.

Luiz Fernando Toledo (Brasil)
É jornalista e mestre em administração pública pela FGV-EAESP. Foi aprovado recentemente para o Master of Science em jornalismo de dados da Columbia University (EUA). Diretor da Abraji desde 2020, é editor de Brasil na Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCRP), consórcio de jornalismo investigativo em mais de 40 países. Tem passagens por Estadão, TV Globo e CNN Brasil, e atua como pesquisador visitante do Reuters Institute for the Study of Journalism, na Universidade de Oxford (Reino Unido). É um dos cofundadores da agência Fiquem Sabendo, especializada na Lei de Acesso à Informação (LAI).

Marina Atoji (Brasil)
É jornalista formada pela ECA-USP e gerente de projetos e de comunicação da Transparência Brasil. Também coordena o Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas, coalizão de organizações dedicada a defender a Lei de Acesso à Informação. Anteriormente, foi gerente-executiva da Abraji.

Nate Jones (EUA)
É jornalista do jornal norte-americano The Washington Post, onde dirige o departamento dedicado à Lei de Liberdade de Informação nos Estados Unidos (Freedom of Information Act, FOIA, na sigla em inglês). Desde 2019, faz parte do núcleo investigativo que produz reportagens a partir de documentos obtidos por meio da FOIA. Jones treina e orienta repórteres a fazer pedidos, refiná-los e superar a resistência burocrática. Na redação, supervisiona um sistema que monitora todos os pedidos de informações. Antes, dirigiu o FOIA Project for the National Security Archive. É autor do livro “Able Archer 83: The Secret History of the NATO Exercise That Almost Triggered Nuclear War Hardcover”.

Shyamlal Yadav (Índia)
É editor sênior no Centro de Investigação do The Indian Express e um dos pioneiros no uso efetivo da Lei RTI (Direito à Informação) da Índia para reportagens investigativas. É membro do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ). Venceu diversos prêmios, como o Ramnath Goenka Award for Excellence in Journalism e o Developing Asia Journalism Award for Investigative Reporting. É autor do livro “Journalism Through RTI: Information, Investigation, Impact”.

Serviço

“LAI e Jornalismo: caminhos para a transparência pública”
Dia 18.mai.2021, das 10h30 às 12h (horário de Brasília)

Selecionamos outros textos para você