Reino Unido vai investigar se concentração Google/Apple em smartphones prejudica consumidores

MEDIA TALKS – 17/06/2021

Victor Félix

A Autoridade de Concorrência e Mercados do Reino Unido (CMA na sigla em inglês) abriu um processo para analisar se a concentração de mercado exercida por Google e Apple está prejudicando consumidores de dispositivos móveis, como smartphones.

O CMA teme que o duopólio das duas gigantes de tecnologia possa estar sufocando a concorrência em uma variedade de mercados digitais, o que pode levar “à redução da inovação em todo o setor e aos consumidores pagando preços mais altos por dispositivos e aplicativos, ou por outros bens e serviços, devido aos preços mais elevados de publicidade”, diz um comunicado do órgão à imprensa.

Os chamados “ecossistemas móveis” reúnem serviços como música, TV e streaming de vídeo, compras, serviços bancários e também tecnologias que rodam nos dispositivos inteligentes, como alto-falantes, relógios, segurança doméstica e iluminação.

A análise da CMA, anunciada na última terça-feira (15/6) se aplica ao fornecimento de sistemas operacionais de Apple e Google (iOS e Android), lojas de aplicativos (App Store e Play Store) e navegadores da web (Safari e Chrome).

O órgão analisará também a influência e os efeitos do poder de mercado do Google e da Apple sobre outras empresas – como desenvolvedores de aplicativos – que dependem das duas gigantes digitais para comercializar seus produtos.

Leia aqui na íntegra 

Selecionamos outros textos para você