Os NFTs podem ajudar a mídia ou são apenas um espetáculo à parte?

COLUMBIA JOURNALISM REVIEW – 08/04/2021

Mathew Ingram

Nos últimos meses, os jornalistas de tecnologia tiveram que se acostumar com um novo conceito: o “token não fungível”, ou NFT , um conceito que vem iluminando o mundo das criptomoedas, bem como a arte e a mídia. Um NFT é uma string de código que , uma vez “cunhada” (gerada por um computador), reside no blockchain Ethereum, um livro-razão de todas as transações desde que a moeda foi criada. A parte “não fungível” significa apenas que um token não pode ser trocado por outra string de código semelhante, portanto, é único. O que tornou esse fenômeno tão atraente é que esses tokens podem ser associados a objetos específicos do mundo real: peças de arte, como a tela digital criada por um artista chamado Beeple que foi vendida por US $ 69 milhões , clipes de destaques da NBA,ou mesmo artigos de jornal – como o artigo do New York Times de Kevin Roose sobre NFTs que recentemente foram vendidos por US$ 560.000 (o jornal doou o dinheiro para instituições de caridade).

Leia aqui.

Selecionamos outros textos para você