O dilema das redes sociais

ÉPOCA NEGÓCIOS – 07/01/2020

JUAN PABLO D. BOEIRA

A mídia social é uma coisa boa ou ruim? Essa é uma das perguntas mais frequentes atualmente. Como há, via de regra, vários lados em tudo, a resposta depende da perspectiva de como você percebe cada situação. A maioria das pessoas a admira como uma invenção revolucionária e alguns parecem considerá-la um impacto negativo na sociedade.

Como professor de MBA da disciplina de Inovação na PUCRS, na UNISINOS e na ESPM, realizei uma sondagem levantando opiniões positivas e negativas que os alunos expressaram em relação as redes sociais.

Efeitos positivos:

– Amigos e relações: As redes sociais começaram como um lugar para se conectar com seus amigos de uma maneira fácil e conveniente. Muitos de vocês devem ter encontrado seus antigos amigos da escola ou faculdade que estavam sem contato por um motivo ou outro. As redes sociais nos deram a oportunidade de nos conectarmos com as pessoas e construir melhores relacionamentos com amigos com quem não podemos encontrar pessoalmente, e deixá-los saber sobre nossa vida, receber opiniões e eventos que acontecem.

– Reduzir as barreiras de comunicação: Com as redes sociais, somos capazes de comunicar nossos pensamentos e percepções sobre diferentes temas para um grande número de públicos e levantar nossa voz. O recurso de compartilhamento disponível nas redes sociais faz com que sua opinião sobre qualquer assunto chegue a um grande número de pessoas (mesmo para aquelas que não estão na sua lista de amigos). Há a opção de formar grupos com pessoas que pensam como você e compartilhar as notícias relacionadas com eles e pedir sua opinião ou comentários sobre o assunto. Simplesmente, existem várias opções disponíveis para nos comunicarmos com outras pessoas nessas redes sociais. Não há “gatekeepers” quando você publica através de seu perfil social. Você pode escrever qualquer coisa e qualquer pessoa tem a chance de ver. As redes sociais democratizaram a mídia e deram a todos um meio de ser ouvido.

– Oportunidades para negócios: As redes sociais se tornaram uma parte crucial de muitos de nós. Nós nem percebemos isso, mas assim que abrimos nossos desktops ou laptops para acessar a web, subconscientemente abrimos nossa rede social favorita apenas para ver as atualizações recebidas. As empresas perceberam o valor das redes sociais em nossa vida e estão usando diferentes técnicas para promover seus produtos. Existem várias aplicações personalizadas a serem feitas nas plataformas sociais, cujo principal objetivo é a promoção do produto ou marca. As pequenas e grandes empresas agora têm as mesmas oportunidades de falar com as pessoas, dando às pequenas empresas, em particular, muitas oportunidades. Enquanto antes eram apenas as grandes empresas que podiam comprar anúncios para transmitir sua mensagem, agora, empresas de qualquer tamanho podem entrar em uma conversa com qualquer consumidor em qualquer rede social.

– Maior transparência: Os consumidores agora também podem ver realmente para quem estão investindo seu dinheiro. Com mais acesso a cada empresa e seus funcionários, e mais maneiras de compartilhar essas percepções, tanto positivas quanto negativas, as empresas precisam ser muito mais cuidadosas no que dizem e fazem, porque tudo agora é público e de fácil acesso.

– Percepção do consumidor: As marcas também podem adaptar seus produtos e serviços ao que as pessoas realmente precisam e procuram. As redes sociais ajudam a diminuir a distância entre uma empresa e seus consumidores atuais e / ou potenciais. Quanto mais uma marca interage com seus consumidores nas redes sociais, mais elas podem aprender como atingir os consumidores com os produtos e serviços certos em seus momentos de necessidade.

– Mais educação: A mídia social também pode fornecer acesso a oportunidades educacionais que antes não estavam disponíveis. Você pode aprender a fazer quase tudo o que procura por meio de vídeos e “como fazer” na internet, mudando a forma como aprendemos.

– Atualizações de notícias em tempo real: O conteúdo das notícias agora está disponível com muito mais rapidez devido às mídias sociais.

Efeitos negativos:

– Levam ao vício: Muitos estudos têm mostrado que o uso extensivo das mídias sociais pode realmente causar dependência aos usuários. Ao longo do dia, eles desejam postar algo em suas páginas ou verificar as postagens de outras pessoas, pois isso se tornou uma parte importante de nossa vida.

– Conduzem ao isolamento: O uso extremo das mídias sociais reduziu o nível de interação humana. Por causa das redes sociais, a interação online com outras pessoas tornou-se fácil e as pessoas isolaram suas vidas atrás de suas identidades online. A comunicação e as reuniões face a face foram reduzidas e muitos de nós perdemos o sabor e o charme de estarmos juntos sob o mesmo teto.

– Afetam a produtividade: Principalmente as empresas usam as mídias sociais para encontrar e se comunicar com os clientes. Mas é uma grande distração para os funcionários, que podem mostrar mais interesse no que seus amigos estão postando do que em suas tarefas de trabalho. A Wired.com postou dois estudos que demonstraram danos à produtividade causados por redes sociais. A Nucleus Research relatou que o Facebook reduz 1,5% da produtividade do escritório. Novos produtos de tecnologia foram disponibilizados e permitem o bloqueio de redes sociais, mas sua eficácia permanece irregular.

– Desinformação e notícias falsas: Existem informações reais e “falsas” que podem ser encontradas por meio de conteúdo social. As pessoas podem encontrar notícias reais e podem encontrar notícias falsas, apresentadas como reais. Inevitavelmente, sempre haverá pessoas procurando capitalizar em qualquer método de distribuição de mídia e haverá aqueles que acreditarão em qualquer coisa que lerem e não procurarão descobrir se o que estão lendo é um boato de internet. Este é um efeito colateral infeliz.

– Cyber-bullying: A mídia social também pode facilitar o cyber-bullying, que pode levar as divergências a novos níveis, deixando poucas escapatórias para as vítimas. Isso é verdade, assustador e lamentável. Hoje uma pessoa é capaz de reunir pessoas de qualquer lugar do mundo para se juntarem à sua causa ou ódio contra pessoas ou instituições. As pessoas parecem se sentir mais ousadas e mais aptas a atacar outras quando se escondem atrás de suas telas.

Esta não é uma lista exaustiva, nem responde à pergunta original, “A mídia social é uma coisa boa ou ruim?” Talvez devêssemos reformular essa questão – talvez a melhor pergunta a fazer seja “Como posso usar as mídias sociais para o bem?”

Conclusão: Mencionamos alguns pontos positivos e negativos da mídia social, mas isso não explica necessariamente se a mídia social é boa ou ruim. Ela fica em algum lugar no meio. É necessário cautela apesar desses exemplos de que as mídias sociais são boas ou más para a sociedade. A questão toda é o quanto as mediações que os algoritmos fazem são positivas, neutras ou negativas. Os agentes, como os Correios por exemplo, quando não interferem na entrega do conteúdo, têm um determinado peso no contexto. Mas imagine agora se os Correios (como um agente de distribuição de conteúdo) abrissem todas as cartas e interferissem na forma como o conteúdo de uma carta chegasse aos seus destinatários? E para você? As redes sociais são boas ou más?

Juan Pablo D. Boeira é Mestre e Doutorando em Design Estratégico e Inovação pela UNISINOS e professor de Inovação e Tópicos Avançados de Marketing na UNISINOS, ESPM e PUCRS

Selecionamos outros textos para você