Nova comissão da ANER define agenda de trabalho sobre jornalismo local

A Comissão de Editores Locais da ANER promoveu sua primeira reunião (totalmente on-line), sob a coordenação de Denys Grellmann, da associada revista 100fronteiras, de Foz do Iguaçu (PR). O grupo discutiu sobre as expectativas em relação ao funcionamento da comissão, temas que seriam de interesse para discussão durante as reuniões e já acertou a data e os temas para os dois próximos encontros. A ideia da ANER é, nas futuras reuniões, incorporar editores locais de jornais associados à ANJ, fortalecendo ainda mais a ação dos publishers que atuam junto às comunidades. O próximo encontro será realizado em 25 de agosto.

No entendimento de Grellmann, “a ANER, ao criar essa comissão, repara um erro, que ó a falta de valorização do jornalismo local”. Segundo Juliana Toscano, diretora executiva da ANER, o trabalho feito pelas comissões temáticas da associação é essencial, pois, por meio delas, é possível o intercâmbio de experiências, a busca de soluções conjuntas para problemas comuns e a formação de redes de relacionamentos, tão essenciais o desenvolvimento dos próprios veículos e também para o movimento associativo. E acrescenta que a criação da Comissão de Editores Locais nasce em um momento em que o jornalismo local mostra-se, mais do que nunca, essencial para o país e para suas comunidades.

Participaram ainda deste primeiro encontro, Andressa Simonini (Revistas Pais & Filhos – São Paulo), Guta Nascimento (Revista Cláudia – São Paulo – e também coordenadora da Comissão Editorial da ANER), João Eduardo Colosalle de Souza (Grupo o Liberal – Americana – SP), Raquel Fernandes (ANER), Rejane Martins Pires (Revista Aldeia – Cascavel – PR) e Rodrigo Campos de Souza (Grupo MidiaKit Comunicação – Guarulhos – SP).

Selecionamos outros textos para você