No seu 5º encontro, comissão de editores locais debate o jornalismo de soluções

O jornalismo de soluções, como é conhecido nos Estados Unidos, ou jornalismo construtivo, sua denominação na Europa, foi o tema da última reunião do ano da Comissão de Editores Locais da Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER), realizada em 2 de dezembro, de forma virtual, que reuniu profissionais de revistas da Associação e também de jornais da Associação Nacional de Jornais (ANJ).
 
Ana Brambilla, professora e pesquisadora do Master – Negócios de Mídia, do ISE Business School, de São Paulo, falou sobre o conceito de jornalismo de soluções, sugerindo alguns passos essenciais para que as redações passem a praticá-lo. Ela também mostrou alguns casos de empresas que já colecionam estórias com sucesso com essa abordagem.
 
Nilson Vargas, gerente de Jornalismo do Grupo RBS, da plataforma digital da plataforma Gaúcha ZH e da Rádio Gaúcha de Porto Alegre, fez um relato sobre as lições aprendidas a partir da prática do jornalismo de soluções nas redações dos veículos do Grupo RBS e reforçou que este viés está entre principais estratégias da empresa para 2021.
 
Associados à ANER e à ANJ podem assistir à gravação da reunião. Interessados podem contatar as associações pelos e-mails aner@aner.org,br e anj@anj.org.br
 
Esta comissão foi criada no segundo semestre de 2020 e, sob a coordenação de Denis Grellmann, da revista 100fronteiras, de Foz do Iguaçu (PR), realizou 5 reuniões desde a sua criação. O grupo já tem a primeira reunião agendada para fevereiro de 2020.

Selecionamos outros textos para você