Mulheres não se sentem retratadas pela mídia

O artigo produzido pela co-fundadora e diretora da AKAS, consultoria de estratégia em audiência internacional, Luba Kassova tem base em relatório anual Reuters Institute Digital News 2021. O documento revelou o desafio dos meios de comunicação para atender ao público das mulheres jovens. A maioria das mulheres jovens acreditam que são representadas mais injustamente do que justamente pela mídia.

A análise do Reuters Institute Digital News Report 2020 revelou um alto nível de desengajamento de mulheres de 18 a 24 anos com notícias na comparação com mulheres e homens de outras faixas etárias, em 40 países, principalmente nas maiores economias do norte global (Estados Unidos, Reino Unido e Austrália). No Brasil, a taxa de insatisfação desce para 18%.

O estudo também cita a disparidade quando o assunto são cargos de chefia em jornalismo. Apesar de mais mulheres se graduarem em cursos de jornalismo, globalmente 61% dos jornalistas e editores são homens.

Veja o artigo aqui.

 

Selecionamos outros textos para você