Mulher em fundo acinzentado de blusa preta, óculos, morena. Adriana Cury, diretora geral da Pais&Filhos

Monetização em múltiplas frentes garante o sucesso da marca Pais&Filhos

11 de maio de 2022

Gráfico de fundo branco com linhas em elipse mostra as ações desenvolvidas pela Pais&Filhos para monetização e reforço da marca

O gráfico mostra as ações desenvolvidas pela Pais&Filhos para monetização e reforço de autoridade da marca

A diretora geral da Pais&Filhos, Adriana Cury, foi a convidada do bate-papo Café com Aner do dia 10 de maio. Há 12 anos à frente da direção geral da revista, que tem 53 anos, Adriana trabalha no sentido de expandir a marca no offline e no digital, em todas as oportunidades de negócios. E isso está diretamente conectado com os inúmeros formatos de monetização que a Pais&Filhos conseguiu desenvolver nos últimos anos.

Durante a conversa, Adriana fez uma exposição de todas as frentes de trabalho desenvolvidas pela equipe, desde os meios offline, com a revista impressa, publieditoriais e anúncios, até as possibilidades nos meios digitais, com as redes sociais, skill no Alexa, aplicativos e ferramentas especiais para mães e pais, encontros, lives e seminários com especialistas, parcerias com a agência Mynd, de influenciadores, entre outras.

Ao fim da apresentação, ela respondeu perguntas dos editores e deu dicas sobre como criar novas oportunidades de monetização.

Veja algumas frentes de trabalho para fortalecimento da marca e monetização da Pais&Filhos

  • Rede de embaixadores

Personalidades, colunistas e profissionais selecionados como embaixadores da marca, que dão autoridade ao conteúdo publicado em meios offline e online.

  • Seminários Pais&Filhos

Realizados duas vezes por ano. São sucesso e desde a pandemia passaram a ser online. A próxima edição, no dia 25 de maio, será digital, mas em dezembro será presencial. A empresa promove palestrar e vende o patrocínio do evento. Em troca do espaço comprado, o patrocinadoe pode ter toda a exposição de sua marca no pré, pós e no dia do evento, com matérias, sorteios de brindes e oportunidades de apresentação de produtos.

  • Facebook

Foi onde tudo começou, a porta de entrada para o digital e as redes sociais. A revista chegou a quase 4 milhões de seguidores rapidamente. Hoje está entre os Top10 de revista impressa no Facebook.

  • Site

Líder da categoria parent. Um dos principais no segmento, disputando espaço com a revista Crescer. “Uma briga boa!”, diz Adriana.

  • Parcerias com TVs

Projeto inclui pílulas conteúdo da Pais&Ffilhos em canais do Discovery.

  • Instagram

É hoje a menina dos olhos. Na semana passada a Pais&Filhos bateu os 500 mil seguidores. “Quem trabalha com as redes sociais de forma orgânica, como nós, sabe o quanto isso é importante. A Pais&Filhos não investe para ter seguidores ou para impulsionar conteúdo publicado. Noventa por cento do que a gente trabalha é de forma orgânica. E isso é positivo porque o engajamento é muito melhor. Estávamos há quase quatro anos na luta para chegar a esse meio milhão de seguidores e chegamos na sexta-feira, dia 6. Motivo de festa para todos nós”, conta Adriana.

  • Aplicativos e ferramentas

Aplicativos como o “Semana a Semana” e o “Pais&Filhos interativo”. Reúnem as informações sobre a gravidez, inclusive com dicas para os pais, e não só para as mães. Há versões em Apple Store, Android e site.

  • Encontros

Entrevistas, discussões, sucessos de conteúdo. Os encontros geram vídeos que depois podem se transformar em pílulas e pautas de matérias. A exposição de marca é muito grande.

  • Alexa

Recentemente a revista lançou um skill de conteúdo na Alexa. “Creio que somos os únicos do segmento até agora”.

Audiência e aceitação pelo público

gráfico com detalhes laranja e dados sobre origem das receitas da Revista Pais&Filhos

No gráfico, dados sobre a origem das receitas da Pais&Filhos

Com o desenvolvimento dessa e de outras alternativas, como o Canal no YouTube, TikTok e Twitter, a Pais&Filhos conseguiu ampliar sua audiência e aceitação pelo público. São 14 milhões de usuários no site com 20 milhões de pageviews; mais de 500 mil seguidores no Instagram;  900 mil visualizações no TikTok; 3,7 milhões de seguidores no Facebook. A movimentação também já conseguiu fazer com que a as ações na área digital sejam as responsáveis por mais de 70% da receita total.

O bate-papo rendeu ainda dicas de ferramentas gratuitas para segmentação de público, além de formas de encontrar o foco para avaliar o caminho correto para o investimento de tempo e recursos em cada ação, processos internos para organização de prioridades e formatos de avaliação das iniciativas executadas.

Perdeu o bate-papo? Clique aqui e veja a íntegra em nosso Canal do YouTube

Para ficar por dentro desse e dos outros Cafés com Aner, siga as nossas redes sociais!

Instagram: @anerrevistas

Facebook.com/anerbr

LinkedIn.com/anerrevistasbr

Selecionamos outros textos para você