Marfeel abre teste gratuito do Compass por 60 dias para associados e convidados da Aner

14 de setembro de 2021

Tela oferece teste gratuito de 60 dias na Marfeel

Os associados da Aner poderão usar por 60 dias Compass, ferramenta da Marfeel que ajuda publishers a escolher, reunir, entender e traçar estratégias usando dados sobre as suas publicações na internet. A novidade foi anunciada hoje, durante a participação de Marta Rocamora, gerente regional da Marfeel na América Latina; e Pedro Bruere, vice-presidente de sucesso do cliente da Marfeel no Café com Aner. O tema do encontro foi “Como implantar uma cultura de dados em uma empresa jornalística?”

Como patrocinadora do Ciclo de Webinars da Aner, a Marfeel vem trabalhando sua parceira com a Aner. Durante o bate-papo, Marta e Pedro apresentaram as funcionalidades da Compass e deram algumas dicas sobre como os publishers podem promover a utilização de dados em suas empresas.

O que é importante para o sucesso da adoção da cultura de dados em uma redação?

Segundo marta, a correta implantação de métricas é 90% do fator de sucesso para que haja uma transformação digital e uma cultura de dados saudável. Ela explica que o trabalho ao lado de editores nos últimos três anos, mostrou oportunidades de aprimoramento do setor.

“É importante que os dados sejam adotados e não impostos, porque isso vai aumentar as possibilidades de sucesso”, explicou.

Dados certos para as pessoas certas

Os dados precisam ter acesso fácil para que possam ajudar a conquistar os objetivos, gerando impacto nos negócios e soluções concretas para os problemas.

“Em uma redação, podemos mostrar aos usuários como ver as páginas mais visitadas, mas eles não vão se interessar em ver dados sobre receita, porque não é uma métrica que dependa diretamente deles. Este quadro cabe mais à parte comercial”, explica Marta, destacando que mostrar métricas que não são diretamente relacionadas a cada tipo de profissional pode causar frustração.

Evite as métricas intangíveis

Outra dica importante é substituir as métricas intangíveis como a influência de um veículo em seu público, por dados tangíveis, como tráfego. Marta sugere acompanhar indicadores como o tráfego que vem pelas redes sociais e as citações do seu site em links externos.

Acabe com os relatórios incompletos e difíceis de entender

Muitas vezes, depois de gerar uma série de relatórios, ainda restam dúvidas sobre como seguir com as decisões e descobre-se que são necessários mais relatórios. Na maioria das vezes os sistemas não têm essa agilidade e tornam o trabalho difícil e lento. Essa também é uma questão que deve ser avaliada na hora de adotar os dados.

“Se a ferramenta para extração de dados for confusa ou se demorar para mostrar as informações, isso vai dificultar a operação e a acessibilidade”, conta Marta, citando o fator como um dos empecilhos para a adoção da cultura de dados em algumas empresas de mídia.

Dados e equipes precisam falar a mesma língua

Além de serem fáceis de entender e de falarem a mesma língua, os dados têm que ser compartilhados e analisados em conjunto por equipes de diferentes áreas.

Por exemplo: se no comercial as receitas caem, a equipe pode decidir, olhando as suas métricas, que é hora de incluir mais anúncios por página. No entanto, se o conjunto do trabalho não for considerado, adicionar um banner a mais pode prejudicar a performance e o tráfego do Google.

“Se estamos olhando ferramentas diferentes, fica difícil saber o que fazer. Se a equipe técnica só olha as suas métricas e não tem KPIs comuns, fica difícil entender qual decisão tomar”, conta Marta, afirmando que o compartilhamento de ferramentas é essencial para integrar as análises das diferentes áreas.

Fator confiança nas métricas

De acordo com Marta, um grande problema das redações é gastar tempo demais desconfiando das métricas. Erros nos primeiros relatórios podem ser cruciais para colocar toda a confiança nos dados em risco para sempre.

“Precisamos confiar nas métricas”, diz. “Além de consenso sobre quais indicadores utilizar, é preciso que as diferentes equipes confiem nos dados. Se uma empresa múltiplas ferramentas, isso se torna mais difícil. Mas isso não quer dizer que as métricas não estão certas… são apenas um sistema diferente. Para acabar com isso, criamos o Compass, um sistema que unifica a linguagem”.

Inscrições para o uso gratuito da Compass já estão disponíveis

As ferramentas da Marfeel não têm limite no número de usuários e os diferentes níveis de acesso permitem decidir quais métricas serão vistas por cada grupo de trabalho. Ao assinar a ferramenta, o cliente é acompanhado por uma equipe para treinamento e, depois, tem direito a um suporte para assimilar objetivos e entender como usar a plataforma para crescer.

No Brasil, o Compass já é utilizado por veículos como TechMundo, Notícias da TV, Ibahia e Autopapo. Quem quiser fazer o teste gratuito de 60 dias do Marfeel Compass deve se inscrever pelo link https://get.marfeel.com/aner/. Mas atenção: as inscrições para o teste só podem ser feitas até o dia 30 de setembro.

Dúvidas podem ser enviadas diretamente ao site da Marfeel.

O Café com ANER é um encontro exclusivo para associados e convidados da Associação. A iniciativa faz parte de um projeto de modernização da instituição, que está abrindo as portas para troca de conhecimento entre seus associados.

Para saber como fazer parte destes e de outros eventos exclusivos, visite esta área em nosso site ou entre em contato.

Selecionamos outros textos para você