‘Manual’, uma revista impressa para falar sobre videogames

EL DIARIO – 03/04/2020

Javier Dominguez Reguero

Com quase 200 páginas e capa dura, Manual é uma daquelas revistas que podem ser espalhadas por um espaço de coworking ou em um estúdio de design. Mas você não o encontrará lá, pois a maioria dos leitores mantém suas cópia com extremo cuidado. A publicação, liderada por Nacho Requena e em sua quinta edição, consegue algo inusitado: fascina jovens que, em seus tempos livres, não costumam tirar os olhos de diferentes telas e do mundo on-line.

O grande diferencial da publicação é que Requena e sua equipe entraram no setor de videogames fazendo jornalismo. Eles esquecem os últimos lançamentos, análises e guias de truques para oferecer entrevistas, relatórios extensos e artigos ou ensaios de opinião. “Tentamos atrair as pessoas que são apaixonadas pelo universo dos videogames, dentro e fora”, diz Requena.
“É preciso ter um lado mais humano, que os jogadores e a sociedade removam o estigma da aberração. Parece bobagem, mas parece que precisamos nos desculpar por continuar jogando videogames”.

Requena explica a opção pelo meio papel. “Na velocidade da internet, artigos longos não são lidos e o impresso é que surge para garantir uma leitura mais tranquila”, diz ele. O modelo de negócios da publicação está calcado nas assinaturas, atualmente um pouco mais de mil pessoas.

Leia aqui o texto na íntegra.

 

Selecionamos outros textos para você