Instituto Palavra Aberta levará jornalistas até as escolas

Instituto Palavra Aberta vai promover entre os dias 25 e 31 de outubro a Semana da Imprensa. Esta será a primeira edição do projeto, que tem como objetivo informar e aproximar crianças e jovens do funcionamento da imprensa. Por conta da pandemia, as atividades este ano serão on-line, com conteúdos gratuitos no site semanadaimprensa.com.br para que os educadores utilizem em suas aulas, realizando atividades na escola. O evento tem o apoio da ANER.

A programação inclui uma série de eventos transmitidos ao vivo entre os dias 25 e 31 de outubro de 2021, junto com a Global Media and Information Literacy (MIL) Week, iniciativa promovida anualmente pela (Unesco), semana dedicada a ações globais com foco em educação midiática e informacional.

“O projeto da Semana da Imprensa no Brasil estava programado para o ano passado e, por conta da pandemia, decidimos adiá-la e adaptá-la para a realidade atual, com atividades remotas”, explica Patrícia Blanco, presidente-executiva do Instituto.

O que é a Semana da imprensa e quem ela abrange?

A Semana da Imprensa foi idealizada e será realizada pelo jornal Joca, com correalização da Associação de Jornalistas de Educação (Jeduca)  e do Instituto Palavra Aberta. Foi inspirada em iniciativa homônima que acontece anualmente na França há mais de 30 anos e da qual participaram, em 2019, cerca de 17.500 escolas, atingindo 3,8 milhões de alunos e 220 mil professores, e envolvendo 1.750 parceiros de mídia – sendo 522 da mídia impressa nacional.

A ideia é que, com esse contato e as informações levadas diretamente às escolas sobre o fazer jornalístico, os estudantes sejam estimulados a uma reflexão posterior sobre o conteúdo trabalhado e as discussões realizadas sobre a imprensa e seu papel.

Projeto colabora com o combate às fake news

A Semana da Imprensa no Brasil se propõe a incentivar uma participação mais ativa dos jovens e crianças na sociedade, sendo incluídos ativamente no debate, compartilhando e comentando notícias, e aprendendo a buscar fontes confiáveis e a se proteger contra rumores ou notícias falsas (fake news). Para aqueles que já estão no Ensino Superior, cursando Jornalismo, pretende-se aprofundar o conteúdo, propondo a organização de painéis para a discussão dos temas, como: jornalismo e informação, mídias sociais, publicidade e produção de conteúdo.

Selecionamos outros textos para você