Gestão BTG demite cúpula da Exame; Lucas Amorim é o novo diretor de Redação

PODER360 – 31/01/2020

A cúpula da Exame foi trocada pela nova gestão do BTG, que comprou a revista de negócios em leilão realizado em dezembro. Deixaram a empresa: o diretor de Redação, André Lahóz, que estava na revista há 22 anos; seu braço direito, José Roberto Caetano; além dos editores executivos Cristiane Mano e David Cohen.

O jornalista Lucas Amorim será o novo diretor de redação. Ele está na editora Abril desde 2008. Passou a ser repórter da Exame em 2009, permanecendo na função até 2012, quando assumiu o cargo de editor da revista.

Atualmente, o site da Exame recebe cerca de 20 milhões de visitantes únicos no mês. A revista tem circulação impressa de 50.000 exemplares por edição, ou 100.000 por mês.

Em nota, a revista afirma que o desafio do novo time, liderado pelo CEO Pedro Thompson, será reverter a queda na circulação e na receita publicitária, uma tendência que se agravou nos últimos anos.

A marca será administrada como 1 investimento de private equity dos sócios, e não está ligada formalmente ao banco. A nova sede da empresa será no Condomínio São Luiz, na região da Faria Lima.

A intenção dos sócios do BTG Pactual é de relançar a marca Exame no final de março, com 1 novo projeto editorial e uso intensivo de dados para aumentar a monetização da audiência.

Além da revista e do site, a Exame passará a oferecer pesquisa independente sobre ações e fundos –entrando num nicho hoje dominado por empresas como Empiricus e Suno– e cursos online de educação, em temas como finanças, carreira e empreendedorismo.

O negócio de educação será liderado por André Portilho, 1 sócio do BTG que recentemente trocou a área de trading para comandar as iniciativas de educação interna do banco.

A área de research ficará com Renato Mimica, ex-analista da Merrill Lynch, que está no BTG há quase 9 anos e, recentemente, deixou a área de research do banco para montar o time de analistas na Exame.

Selecionamos outros textos para você