Filho e genro de Maurício de Sousa vão criar conteúdo LGBT+ para a “Turma da Mônica”

ZERO HORA/EXTRA – 05/02/2020

A diversidade sexual finalmente vai chegar à Turma da Mônica. Maior título brasileiro de quadrinhos, a série deve aumentar a representatividade LGBT+ a partir de um projeto conduzido por Mauro Souza, filho do criador Mauricio, e o marido dele, Rafael Piccin. As informações são do Extra.

— Ainda é muito novo. Não temos data para lançamento, mas sentimos a necessidade da criação e já está sendo feito a todo vapor. Além de mim e do Rafa, outras pessoas engajadas na causa LGBT estão envolvidas no projeto. Vamos fazer limonada com limão — disse Mauro ao jornal.

Diretor de parques e eventos da Mauricio de Sousa Produções, Mauro ainda afirmou que a urgência da iniciativa aumentou após a tentativa de censura durante a Bienal do Rio de Janeiro, em setembro de 2019. Durante o evento, o prefeito Marcelo Crivella tentou tirar de circulação a HQ Vingadores – A Cruzada das Crianças, publicada em 2010.

A saga mostra dezenas de super-heróis da Marvel, incluindo duas versões jovens dos Vingadores, Wiccano e Hulking, que são namorados. Em um dos trechos da obra, há uma ilustração dos dois se beijando, com roupas.

— Estava difícil para criarmos, mas já era uma ideia da equipe. Resolvemos correr com isso. Não pudemos mais esperar quando vimos o que foi feito na feira literária — concluiu Mauro.

Selecionamos outros textos para você