Perspectivas Aner 2022: Especialistas indicam os pontos de atenção para publishers em 2022

10 de janeiro de 2021

Ano Novo, vida que segue e em ritmo cada vez mais acelerado! Para deixar nossos associados em dia com as previsões para o mercado em 2022, ouvimos especialistas da Aner e do mercado, que trouxeram insights e pontos de atenção para o novo ano.

As opiniões vão desde a área de logística, que sofreu um grande abalo com a pandemia e o fechamento da Dinap, até as novidades tecnológicas e de mercado publicitário. As entrevistas serão publicadas por áreas: Logística, Jurídica, Editores Locais, Marketing, publicidade e consumo e tecnologia. Para isso, contamos com a participação de membros da Aner e de especialistas nas áreas.

Durante a série, você verá os destaques de profissionais das comissões da Aner e de fora da instituição, como o novo presidente do Conselho Executivo das Normas Padrão (Cenp), Luiz Lara, recém-empossado; e da Diretora Regional de Desenvolvimento de Negócios da Kantar Ibope Media, Giovana Alcantara, além do doutor em Jornalismo, Futurista e Professor Marcelo Barcelos e do advogado tributarista Fabio Tadeu Ramos Fernandes. Também ouvimos os especialistas em tecnologia Marcelo Okano e Fábio Gonçalves, que falaram sobre o que ferramentas digitais e segurança na internet.

Cada segmento será publicado em uma das edições das nossas newsletters e também aqui no site. Se você quer receber em primeira mão, assine nosso serviço de newsletter pelo Whatsapp ou Telegram!

Em um ano eleitoral e de Copa do Mundo, a tendência é que a tramitação de projetos de lei e ações no Congresso seja mais lenta. Em compensação, o movimento será grande nas redações. Pelos ataques dedicados à imprensa até aqui, incluindo aí a proliferação das fake news, é provável que as empresas jornalísticas tenham que enfrentar duros golpes à sua confiabilidade e é preciso estar atento e bem orientado!

O tema que abre a série é Logística. Confira as opiniões e dicas dos especialistas da área para 2022.

“O fechamento da Dinap deixou o mercado órfão na distribuição nacional afetando toda a cadeia: editores, distribuidores regionais e as bancas, que ficaram sem revistas por um longo período. Para 2022, o foco dos trabalhos será na recuperação da operação logística de bancas. Temos vários projetos em andamento, com o objetivo de estreitar o relacionamento com a rede de distribuição e com os jornaleiros, além de desenvolver o projeto de revitalização das bancas, em parceria com o Sindicato dos Jornaleiros de São Paulo, o poder público e patrocinadores, entre outras iniciativas em discussão na Comissão. Este ano será importante para a recuperação devido às Eleições e à Copa do Mundo, eventos que historicamente aumentam a frequência de clientes nas bancas de todo Brasil. Estas são grandes oportunidades de retomar a relevância dos jornaleiros na sociedade”.

Joaquim Carqueijó, Publisher na Edicase Gestão de Negócios e membro da Comissão de Logística da Aner

 

“Antes do início da pandemia, o mercado já sofria o impacto do mercado com aumento da inflação e dólar. A Pandemia agravou o cenário e realmente, sobreviveram os fortes. Isso, desde os pontos de venda, como bancas, livrarias em shoppings e aeroportos, distribuidores de revistas e editores. O mercado editorial vem sofrendo mudanças há décadas, reaprendendo e testando as plataformas, mais conscientes que somos editores de conteúdo, independente do canal que será consumido. O grande desafio continua sendo como ganhar dinheiro no digital e manter o canal de revistas físicas sem perder dinheiro. O ano de 2022 será diferente, apesar dos índices do mercado não serem favoráveis, como dólar, PIB e inflação, será um ano de retomada com grande parte da população vacinada, um ano com Copa do Mundo e eleições. O mercado editorial está mais unido, e a Aner teve um papel importante nesta jornada, colocando os editores corajosos em busca de soluções em várias frentes. Orgulho de fazer parte deste grupo de editores que lutam em manter este mercado vivo e saudável”.

Yuko Tahan é gerente geral de marketing de vendas na Editora Três e membro da Comissão de Logística da Aner

 

“Estamos buscando a operação de venda de impressos com o varejo em redes como Zafari e as Livrarias Cameron, do Rio Grande do Sul, e em conversas maduras com algumas redes de livrarias do Rio de Janeiro e São Paulo. O desafio ainda é viabilizar o processo operacional de abastecimento e recolha do encalhe com preços compatíveis com a realidade do mercado editorial, de forma que a conta feche tanto para as editoras quanto para os prestadores de serviços. Para 2022, estamos com um olho no peixe e outro no gato (risos). Temos alguns grupos no radar e acreditamos que é possível recuperar as grandes redes de livrarias, sem tirar do horizonte as negociações com redes de supermercados. E a Aner tem o papel muito relevante de unir os editores e provocar formas para viabilizar estas operações”.

Mario Perrut é gerente de Vendas e Canais Diretos da Editora Globo e membro da Comissão de Logística da Aner

Selecionamos outros textos para você