Diversificação de receitas deve começar a dar retorno aos publishers a partir de 2020

WHAT’S NEW IN PUBLISHING – 09/01/2020

Essa é a expectativa da maioria dos 230 CEOs, editores e líderes digitais de 32 países diferentes entrevistados pelo relatório Journalism, Media e Technology Trends and Predictions 2020, do Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo. Quase três quartos dos consultados (73%) dizem que se sentem confiantes ou muito confiantes sobre as perspectivas de sua empresa em 2020. Isso reflete otimismo entre muitos publishers de que as estratégias de receita e diversificação dos leitores estão começando a dar frutos. Os editores continuarão investindo na busca por receita junto aos leitores, com metade (50%) dizendo que esse será o principal fluxo de receita daqui para frente. Cerca de um terço (35%) acha que a receita de publicidade e de leitores será igualmente importante, com apenas um em cada sete (14%) depositando suas esperanças apenas na publicidade.

Podcasts e uso de inteligência artificial (IA) devem ser destaques ao longo do ano, diz o estudo. No primeiro caso, a receita deve crescer cerca de 30% ao ano, atingindo mais de US$ 1 bilhão até 2021 nos Estados Unidos, por exemplo. Em relação a aplicações de aprendizado de máquina, os editores planejam fazer mais uso desse recurso para promover uma distribuição eficaz do conteúdo. Mais da metade dos entrevistados afirma que criar recomendações melhores será muito importante este ano, seguido de usos comerciais, como o uso da IA para segmentar possíveis assinantes e otimizar paywalls (47%), além de aumentar a eficiência da redação por meio de sub-marcação ou marcação assistida pela IA (39%).

Leia aqui o texto na íntegra.

Selecionamos outros textos para você