Cosmopolitan aproxima-se de leitoras mais jovens por meio de seu foco no comércio

DIGIDAY – 25/11/2020

KAYLEIGH BARBER

Publicada a partir de  1886, a estratégia da Cosmopolitan, da Hearst Magazines, para aumentar seu público de mulheres da geração Y e da Geração Z é aumentar seu negócio de comércio eletrônico, de acordo com a editora-chefe Jessica Pels. “Este ano, para nós, tem sido [sobre] a construção de novas experiências adicionais com as quais estamos animados, que parecem áreas promissoras de crescimento para nossa marca”, diz. De janeiro a outubro de 2020, a revista de estilo de vida feminino teve um aumento de 254% em relação ao mesmo período de 2019 no número total de produtos vendidos por meio de seu negócio de e-commerce, de acordo com a empresa.

Muito disso pode ser atribuído diretamente a vários lançamentos de produtos e iniciativas de afiliados que a Cosmo deu início neste outono, que incluiu um novo acordo de licenciamento de produto na forma de uma linha de vinhos de marca, um evento de compras de dois dias com o objetivo de aumentar seus negócios de afiliados e o lançamento de sua loja de produtos com camisetas, quebra-cabeças e bolsas de marca.

“Você quase tem que pensar no [licenciamento do produto] como parte da sua plataforma de comunicação, porque o que você está tentando fazer, além da receita, é criar essa conexão emocional entre o consumidor-alvo e a marca”, diz Marty Brochstein , SVP de relações com a indústria na Licensing International. “E a melhor maneira de fazer isso é ter a experiência física” de provar um vinho ou cheirar uma fragrância.

Leia aqui.

Selecionamos outros textos para você