Corpo positivo: Preta Gil, Duda Beat e Rita Carreira estrelam a Vogue de novembro

VOGUE – NOVEMBRO/2020

JULIANA FERRAZ (EDITORA CONVIDADA DO MÊS)

Parece um sonho ver as cantoras Preta Gil e Duda Beat e a modelo Rita Carreira como estrelas de capa desta edição de Vogue. Garotas reais, positivas, talentosas, lindas, sem medo e vergonha de ser o que são – exatamente como se deve ser. Nas próximas páginas, vocês vão vê-las no melhor estilo pinups modernas, sem retoques nem truques pelas mãos delicadas e potentes do diretor de moda de Vogue, Pedro Sales, que gentilmente me cedeu este espaço.

Parece um sonho, mas é realidade e tenho muito orgulho de fazer parte deste momento. Eu, que cresci querendo ver alguém como eu na capa das revistas. E hoje, aos 39 anos, sinto essa maré mudar. E uma das grandes responsáveis por isso é minha amiga Preta Gil, desbravadora de um cenário que não era nada favorável, ela já enfrentava de peito aberto a gordofobia e lutava para quebrar os padrões muito antes dessa pauta ser acolhida pela maioria.

Preta abriu espaço para Duda Beat, essa cantora pernambucana magnífica, conhecida como a “rainha da sofrência”, que desafia a indústria do entretenimento com seus figurinos exuberantes e a confiança de se estar bem na própria pele. Fácil não é, por isso a representatividade é tão necessária. Uma enaltece a outra e, assim, ocupamos mais espaço. É o que clama Rita Carreira, a modelo paulistana que, aos 27 anos, é completamente ciente do poder de sua imagem e de seus sonhos.

Leia mais aqui e aqui.

 

Selecionamos outros textos para você