Conheça mais três projetos selecionados pelo Meta Journalism Project para mentoria e investimento de US$15 mil

14 de fevereiro de 2022

Pais&Filhos, Carta Capital e Caras também foram selecionados pelo Meta Journalism Project e pelo International Center for Journalists (ICFJ) para a Fase de Mentoria e para o fundo de investimento do Programa Acelerando a Transformação Digital com Aner e ANJ. As revistas, que já primam pela inovação de processos e plataformas de comunicação, inscreveram projetos para investigação de público, criação de podcast que mesclam informação e impulsionamento do empreendedorismo social e combate às fake news.

Saiba o que planejaram Pais &Filhos, Carta Capital e Caras

“Estamos muito contentes de termos sido selecionados. Estávamos com esse projeto na ponta dos dedos, para escrever, desde o primeiro dia de palestras e é muito, muito legal, ver que ele foi aprovado e vai para a rua. O projeto é uma série de podcasts e a gente já em até nome para ele: vai se chamar Pod&Tudo. Teremos uma primeira temporada ao vivo, com transmissão por áudio e vídeo, sobre parentalidade. O formato será o de entrevista e a gente quer chamar notáveis e especialistas da área para uma conversa de cerca de uma hora e meia a duas horas, com distribuição em tempo real pelo YouTube, Facebook e divulgação em todas as redes da Pais&Filhos: Instagram, Spotify, Deezer, TikTok, Twitter, no site, na revista. O projeto é um podcast, mas ele vai jogar conteúdo em todas as plataformas da Pais&Filhos.

Vamos trazer nomes muito fortes para as temporadas e, ao convidá-los, vamos explicar que esses programas terão um viés social. Além de conteúdo de alta qualidade, vamos abrir merchandising durante os episódios, via superchat do YouTube, para que mulheres, mães que foram expelidas do mercado de trabalho, microempreendedoras que tiveram que montar seu próprio negócio para sustentar a família e não têm condições de investir dinheiro em divulgação, possam pagar um valor simbólico de publicidade para ter um merchandising durante o programa, com os entrevistados. A ideia é que sejam várias as mulheres que mandem as informações para que possamos divulgar. A Pais&Filhos já fala muito sobre empreendedorismo, e o podcast é uma forma de estimulá-lo.

Decidimos escolher o podcast porque é um dos únicos formatos que a Pais&Filhos ainda não faz com frequência. A gente já teve coluna em rádio, mas nunca produziu um programa nosso. E hoje não dá para produzir um podcast sem equipamento específico, porque é necessário ter boa qualidade de áudio. Será um novo produto digital de altíssima qualidade, podendo impactar mães, pais e redes de apoio das famílias que já seguem a Pais&Filhos e que facilitam a vida deles.

Para nós, participar do programa, desde o início das palestras e workshops, já foi um grande ganho. Ser aprovado, então, com certeza é o início de um novo caminho aqui dentro. Eu considero a Pais&Filhos uma das revistas segmentadas que mais entra na questão digital com inovação, agilidade, sempre em primeiro lugar testando e fazendo acontecer, mas certos formatos precisam de apoio. Hoje, gerar conteúdo com boa qualidade exige tecnologia, e ter incentivos para compra de material para isso é fundamental. Para nós, participar desse programa é um grande passo para a nossa transformação digital”.

Andressa Simonini, publisher da Revista Pais&Filhos

 

“No começo de janeiro subimos o novo site da Carta Capital, que é bastante moderno, com vários recursos que a gente não tinha anteriormente, como por exemplo diferenciação de logins para grupos diferentes de leitores e assinantes, grupos de newsletters, comentários de conteúdos e matérias e o site está bastante interessante. O nosso objetivo é ampliar o conhecimento sobre nossa audiência em nosso site. A gente pretende gerar informações a partir dos nossos leitores cadastrados e assinantes sobre tipo de leitura que eles fazem, o comportamento dos leitores em nosso site: o que ele lê, o quanto ele lê, o que mais o agrada, a diferença de comportamento entre um assinante e um usuário gratuito. O objetivo também é gerar informações para o nosso projeto no futuro, outras possibilidades de negócio. O Programa Acelerando a Transformação Digital com Aner e ANJ vai nos ajudar nisso, na construção de uma inteligência para esse nosso novo site.

Ao longo da implantação do projeto e ao final das etapas conseguimos mais informações sobre os nossos leitores, um número maior de pageviews e mais possibilidade de relacionamento com nossos leitores.

O programa é valioso não só por conta da verba de investimento, mas também pela mentoria. Ainda não temos o nome do profissional, mas seguramente vai nos ajudar nesse brainstorm no sentido de focar colocar em prática o que a gente quer. Sem contar o aprendizado que a gente teve durante todo o projeto, as palestras, tanto do ponto de vista editorial, quanto de circulação, monetização de audiência, foi muitíssimo interessante. Foi uma seleção de profissionais e temas riquíssima, que conseguiu abranger todas as áreas da produção editorial, entrega de conteúdo e questões comerciais. Nos ajudou demais! Foi realmente excelente”.

Demétrios dos Santos, diretor de Operações na Carta Capital

 

 

“O nosso projeto é com a marca Perfil.com que lançamos no ano passado aqui no Brasil, uma nova marca de hardnews no país. Em combate às fake news, vamos fazer uma série de vídeos entrevistando especialistas no assunto para checagem, detecção e combate.

Esperamos desenvolver a nova marca, aumentando nossa audiência e credibilidade em conteúdo checado e trazendo para a discussão esse tema tão importante hoje. Para nós, a seleção do projeto representa um importante apoio profissional e financeiro para o desenvolvimento de uma ideia que vai ajudar a alavancar nossa marca mais nova, que atua em um dos segmentos mais complexos e concorridos do mercado.”

Luciana Romano, diretora de Circulação na Caras

Selecionamos outros textos para você