Como produzir bom conteúdo de notícias para o TikTok?

05 de julho de 2022

Ronaldo Marques é líder do time de parcerias de conteúdo do TikTok Brasil

Ronaldo Marques e Luciana Alvares, do TikTok Brasil, estiveram hoje no Café com Aner para tirar as dúvidas dos publishers sobre como produzir conteúdo de sucesso para o aplicativo. O TikTok conta com 1 bilhão de usuários ativos por mês em todo o mundo, sendo 4,72 milhões no Brasil.

“O TikTok é uma plataforma de entretenimento e compartilhamento de conteúdo. Isso faz mais sentido para quem está pensando em que tipo de conteúdo produzir do que quando chamamos o aplicativo de uma rede social”, dá a dica Ronaldo, que é líder do time de parcerias de conteúdo do TikTok Brasil.

Luciana Alvares

Luciana Alvares, analista senior do TikTok Brasil, explicou como funciona o algoritmo:

“O algoritmo trabalha de acordo com as escolhas do usuário, quando ele se cadastra na plataforma. O que eu vejo na minha tela For You é diferente do que o Ronaldo vê, com certeza, porque a entrega é personalizada. Quanto mais eu vejo vídeos sobre um tipo de conteúdo, mais aquele assunto vai aparecer na minha tela For You”.

Ronaldo explica que isso se deve à forma como o algoritmo do TikTok funciona, selecionando as postagens e exibindo para quem efetivamente tem interesse no tema.

“Durante muito tempo, as entregas nas redes eram feitas com base em seguidores. Nos tempos do Orkut, você só via conteúdo se o seu amigo postasse. Hoje, a entrega é diferente: você vê as postagens mesmo das pessoas com quem você não tem amizade. A distribuição não depende do número de seguidores, mas do interesse no conteúdo”.

Os especialistas do Tik Tok também explicaram que ainda não há previsão de quando o aplicativo começará a fazer remuneração dos creators no Brasil. segundo eles, embora existam alguns modelos em teste nos Estados Unidos, os formatos aplicados por lá não deverão ser os mesmo que entrarão em prática no Brasil.

“Cada caso é um caso e cada país tem a sua singularidade. Então, não adianta tentar comparar o que está sendo feito nos Estados Unidos, porque dificilmente será o mesmo modelo a ser implantado aqui”, explicou Ronaldo.

Você tem apenas 3 segundos para “pegar” o usuário

Ronaldo explicou ainda que o TikTok consegue viralizar vídeos de pessoas desconhecidas porque elas são populares no conteúdo que produzem. “A dinâmica da entrega está no conteúdo e não na força da persona”, conta. Por isso, quando se fala em métricas, o que mais deve chamar a atenção de um publisher é quanto tempo o material publicado consegue reter a atenção do usuário.

“Engajamento conta muito, mas temos que avaliar a retenção”, disse Luciana. “No TikTok o vídeo só aparece na For You uma vez. Você pode ser impactado pelo mesmo perfil, mas nunca pelo mesmo vídeo”, detalha, dando mais dicas sobre como construir um bom conteúdo: “Use um vídeo com boa narrativa, bem explicado, que faça sentido. Evite vinhetas no início. Um bom vídeo deve prender a atenção do usuário nos primeiros três segundos”

A especialista também recomenda a técnica do “L” invertido, uma área que todos os produtores de conteúdo devem usar para chamar a atenção. “Essa mancha do L invertido é justamente a área que fica livre de interferências dos botões de curtidas e demais detalhes da tela, como nome do perfil, área de comentários, entre outros”, conta.

Ronaldo também deu dicas práticas sobre o como pensar o conteúdo, mostrando alguns fatores essenciais. Segundo ele, um bom conteúdo deve ter, ao menos um dos cinco elementos seguintes, além de ser leve e informativo:

Ele explica que o conteúdo deve trazer satisfação e fazer sentido; criar curiosidade; trazer entretenimento (ser divertido); ser informativo (é útil porque informa); despertar o sensorial (usar ruídos, músicas, áudio e visual criativos); despertar amor, estranheza ou trazer informação. “Alguns exemplos: ‘os 3 investimentos que você nunca deve fazer’ ou ‘Os cinco livros que toda mãe deve ler’ ou ainda ‘Quem está faltando nesse vídeo da Seleção Brasileira?’

Veja um resumo das dicas sobre como produzir conteúdo de sucesso para o TikTok

  • Comece o vídeo já com um assunto atrativo para o usuário, de preferência que prenda a atenção dele em, no máximo 3 segundos.
  • Evite vinhetas e mensagens confusas. Conte uma boa história de forma que seja facilmente compreendida.
  • Evite se apresentar no início do vídeo. Use vinhetas com nome e cargo, por exemplo, para economizar o tempo.
  • Visite o seu próprio TikTok e veja o que te atrai e o que não te atrai. Tente identificar as falhas na produção do conteúdo para não repetir nas suas criações.

 

Como funciona a técnica do “L” invertido no TikTok?

  • Use a técnica do “L” invertido para distribuir o conteúdo do vídeo pela tela.
  • Use imagens bonitas, atrativas
  • Escolha bem o áudio. O TikTok tem uma galeria de mais de quase 15 mil áudios licenciados previamente para uso no conteúdo veiculado no aplicativo.
  • Use legendas sempre! Facilitam a leitura, tornam o vídeo acessível a pessoas com deficiência auditiva e também aos que estão em trânsito ou em locais em que não podem aumentar o volume do aparelho.
  • Use uma marca que identifique o seu perfil, para que as pessoas saibam quem você é assim que olharem o vídeo e possam buscar o seu perfil, caso queiram segui-lo. Não precisa ser o mesmo apresentador, sempre, mas é importante definir uma identificação visual atraente e relevante, que chame atenção.
  • Narrativa importa! Seu vídeo deve ter começo, meio e fim.
  • O TikTok aceita vídeos de até 10 minutos, desde que eles sejam inseridos na plataforma pelo desktop.
  • O que define o tamanho ideal do vídeo é a qualidade do conteúdo. Não tente “enrolar” para estender o vídeo. Certamente você vai perder o interesse do usuário rapidamente.
  • Não use mensagens que ofendam algum grupo ou as diretrizes do aplicativo
  • Use a #tiktoknoticias
  • Vejam neste link, o acesso às diretrizes do TikTok e mais algumas dicas: https://www.tiktok.com/creators/creator-portal/pt-br/

Por conta das regras de utilização do TikTok, esta edição do Café comAner, excepcionalmente, não ficará gravada no YouTube.

Quer ficar por dentro das notícias sobre a Aner, do mercado editorial e das novidades sobre tendências em jornalismo? Clique aqui e assine a Newsletter Aner.

Para acompanhar e participar dos fóruns internos de discussão sobre Logística, Jurídico, Tributário, Tecnologia e Inovação para empresas jornalísticas? Mande um e-mail para a Aner e torne-se sócio!

Selecionamos outros textos para você