Como interpretar a recente escalada das big techs?

PROXXIMA – 27/02/2020

Pyr Marcondes

É como o estouro avassalador de uma manada em expansão. O aumento no valor combinado das maiores empresas de tecnologia do Ocidente é de quase US $ 2 trilhões, e é, também, difícil de compreender seu impacto: isso é, aproximadamente, o equivalente a todo o mercado de ações da Alemanha, por exemplo.

O valor acumulado dessas empresas em conjunto preocupa analistas econômicos e das bolsas. Esse estouro de uma manada de poucas empresas, mas poderosamente concentrando o valor de mercado que rivaliza ou supera o Produto Interno Bruto de muitas nações, não é algo trivial.

Como diz o artigo do The Economist, “Esse aumento nos preços das ações das gigantes da tecnologia levanta duas preocupações. Uma é se os investidores estão alimentando uma bolha especulativa. As cinco empresas, no valor de US $ 5,6 trilhões, representam quase um quinto do valor do índice s & p 500 das ações americanas. A última vez que o mercado estava tão concentrado foi há 20 anos, antes de um acidente que provocou uma desaceleração generalizada. A outra preocupação oposta é que os investidores podem estar certos. As avaliações superdimensionadas das grandes empresas de tecnologia sugerem que seus lucros dobrarão aproximadamente na próxima década, causando tremores econômicos muito maiores nos países ricos e uma concentração alarmante de poder político e econômico”.

Leia aqui a íntegra do artigo.

Selecionamos outros textos para você