Como editores estão testando abordagens híbridas para manter eventos envolventes

DIGIDAY – 30/11/2020

KAYLEIGH BARBER e IVY LIU (ILUSTRAÇÃO)

Em geral, eventos virtuais são enfadonhos, pelo menos esse é o sentimento que borbulha tanto dos participantes quanto dos anunciantes oito meses após o pivô para o virtual devido à crise do coronavírus que mudou inexoravelmente os negócios de eventos. Portanto, para reacender a centelha de empolgação que a experiência deve oferecer, alguns editores começaram a testar os limites dos eventos híbridos.

Leia aqui. 

Selecionamos outros textos para você