Como as empresas europeias estão reagindo à variante delta e ao fim do home office

11 de agosto de 2021

Depois de 17 meses do início da pandemia de coronavirus os escritórios de empresas europeias e americanas ainda estão hesitantes em voltar ao trabalho presencial, por conta da variante delta. Matéria da WNIP mostra que as empresas de tecnologia já adiaram novamente a volta dos funcionários, por conta do alto poder de contágio da variante.

Segundo a matéria, “Amazon, Apple, Google, Microsoft, Uber, Lyft e outros mudaram seus cronogramas novamente, alguns atrasaram o retorno até outubro, outros até janeiro. Alguns, como o Facebook ou o Dropbox, aceitaram que o trabalho em casa veio para ficar e estão implementando novas regras de longo prazo”.

Há quem já sugira o trabalho híbrido como uma realidade definitiva para as redações, como  Nicholas Bloom , um professor de Stanford que estuda trabalho remoto há mais de uma década.

Veja a íntegra dessa análise na página do WINP.

Selecionamos outros textos para você