Café com a ANER debate oportunidades com novos canais de venda digital

O Café com a ANER recebeu na tarde desta terça-feira, 20, o diretor de Branded Editions, na PressReader Hugo Merino Montero. O empresário apresentou as oportunidades de negócios para exposição de revistas e jornais na PressReader, uma banca que leva 7.500 títulos de conteúdo impresso a leitores de 160 países, em todo o mundo.

O Café com a ANER, que acontece sempre às terças-feiras, a partir das 15h, é um encontro para troca de experiências exclusivo para associados e convidados da Associação.

Entre os modelos de negócio, Hugo citou a banca digital de revistas da PressReader, um negócio B2B que oferece o conteúdo de revistas e jornais de todo mundo em hotéis, companhias áreas, universidades e destacou, outras, as funcionalidades (não seria produtos da PressReader e não funcionalidades?) que podem ser exploradas pelas editoras. Há desde aplicativos para celular, com possibilidade de acréscimo de tecnologia push e até venda de acessos às publicações por IP, inclusive para bibliotecas, universidades e consultórios médicos.

“Nós não somos apenas uma banca digital. Fazemos questão de atender todos os desafios que os clientes nos trazem, implementando novas soluções, para que a Press Reader consiga suprir as necessidades de apresentação dos títulos e editores”, explicou.

Plataforma tem mais de 400 títulos brasileiros e permite tradução em 18 idiomas

Na banca, os usuários conseguem pesquisar conteúdos em jornais e revistas por países, línguas, por assunto e por tipo de veículo (revista ou jornal). Atualmente há mais de 400 títulos brasileiros na plataforma. Todos podem ser traduzidos, automaticamente, para 18 línguas, ao gosto do usuário.

Para manter a privacidade e segurança do conteúdo, a PressReader desenvolveu uma tecnologia que evita o download e compartilhamento das edições em banca, bloqueando, inclusive, capturas de tela no celular.

Joaquim Carqueijó, da Edicase, editora associada à ANER, esteve no encontro e destacou o caráter democrático do serviço.

“A PressReader mostra, em pé de igualdade, revistas mais famosas, como Veja, Carta Capital, e as especializadas e regionais, como a Aldeia. O filtro da categoria Brasil é bastante democrático, dando oportunidade para que essas revistas entrem no halll e tornem-se conhecidas por outros leitores”.

Formação de novos leitores é uma das vantagens para os editores

Atualmente o público da PressReader é composto de 50% a 80% de universidades. Há ainda parcerias com escolas, que Hugo destaca como uma oportunidade de formação de novos leitores.

“Os títulos chegam a lugares em que não conseguiriam chegar, sem custo para revista. No Canadá, o Vancouver Sun fornece acesso ao e-paper de graça e sem registro a todos os estudantes de uma escola local. A escola para uma assinatura e o Vancouver Sun não precisa levar edições impressas até lá. O hábito da leitura cria leitores, que não teriam acesso ao conteúdo normalmente. No Panamá e na Espanha, muitas editoras fazem o mesmo com consultórios médicos e odontológicos”.

Quer participar do próximo Café com a Aner? Entre em contato e descubra as novidades que a Associação está preparando! Saiba como associar-se aqui.

 

 

Selecionamos outros textos para você