As mudanças nos hábitos de consumo de conteúdo e o mundo pós-Covid-19

BÚSSULA – 04/08/2020

A pandemia transformou os hábitos de consumo, de produção de conteúdo, de relacionamento com as marcas e, principalmente, acelerou a transformação digital e a comunicação dentro e fora das empresas. Confira as principais tendências deste momento.

Em uma das nossas primeiras pesquisas sobre o futuro da comunicação, em meados de abril, constatamos que alguns formatos de conteúdo e canais conquistaram – ou reconquistaram – a audiência. Live streaming, vídeos online e a TV broadcast, principalmente canais de notícias, ganharam mais espaço e reinventaram sua forma de transmitir conteúdo, conectando cada vez mais conversas relevantes na internet com conteúdo audiovisual.

E, se no início da pandemia, o consumo de áudio digital sofreu uma queda, já que esse formato era muito consumido entre trânsitos e caminhadas, agora, uma recente pesquisa feita pela RedMas em parceria com a Brandwatch analisou mudança no comportamento dos consumidores também em relação ao conteúdo em áudio. Dentre os 700 entrevistados, 80% afirmam ter aumentado ou mantido seu consumo de áudio digital durante o isolamento e 67% disseram acreditar que rádios, podcasts e música são muito importantes durante a quarentena. Podemos dizer que trocamos o momento em que ouvimos streaming de áudio – agora durante atividades de casa -, mas que esse formato ainda tem muito o que crescer.

Enquanto plataformas já renomadas se reinventam, outras começam a expandir seu conteúdo para ampliar o alcance da sua audiência. Um exemplo o Twitch conhecida plataforma de streaming de games e que agora começa a investir em talentos da música. A mais recente aposta foi um contrato com Kondzilla que promoverá bate-papos, programas diários e participação de artistas do time da Kondzilla Records. Vamos ver produtores de conteúdo investindo cada vez mais em multicanais.

Em tempos de atividades em casa, outro canal que ganhou destaque foi o Pinterest que acaba de chegar aos 400 milhões de usuários ativos mensais. A Geração Z e os Millennials são os principais responsáveis pelo crescimento da rede social e usam a plataforma para pesquisar sobre temas variados, que vão de moda a ideias de decoração, dicas de estudo, além de informações sobre iniciativas sociais. É uma plataforma para ficar de olho e que pode trazer bons insights para marcas que produzem conteúdo para este público.
O consumo de conteúdo durante a pandemia tem nos mostrado como os comportamentos podem mudar o tempo todo. Por isso, ao pensar na sua estratégia de conteúdo, nunca coloque todos os ovos em um único cesto. Entenda onde sua audiência está e o que está consumindo para atraí-los para dialogar com sua marca. No episódio do podcast Digitalize desta semana, Pollyana Miranda, diretora de digital da Loures, e Rizzo Miranda, diretora de digital da FSB Comunicação, debatem sobre o papel de cada canal e como direcionar sua comunicação de forma estratégica.

Sabemos que a pandemia transformou nossos hábitos de consumo, de produção de conteúdo, de relacionamento com as marcas e, principalmente, acelerou a transformação digital e a comunicação dentro e fora das empresas. De acordo com uma pesquisa da Twilio, plataforma de comunicação em nuvem, 95% das empresas estão buscando novas formas de se comunicar e atrair cliente  e 92% afirma que a comunicação digital é a nova força vital para os negócios. Você está preparado?

Leia aqui o estudo na íntegra.

Selecionamos outros textos para você