Artigo: “Devemos examinar os fundamentos do jornalismo”

27 de setembro de 2021

Em artigo publicado na edição especial de 2020 do The Innovation in News Media World Report, a editora do Toronto Star, do Canadá, Irene Gentle, faz uma análise sobre o modelo de negócio do jornalismo e mostra os pontos sensíveis deste mercado. Irene aborda as dificuldades de modernização das redações e o vazio de notícias locais, com a extinção dos veículos de comunicação regionais.

“Descobrimos que o jornalismo nacional amplo e autorizado não preenche o vazio democrático criado pela extinção das notícias locais. A perda de empregos em lojas nativas digitais prejudicou a noção de que a adaptabilidade digital era a principal chave para o sucesso. Desertos alarmantes deixados por sites locais de notícias enfraquecidos ou extintos indicam que sites de nicho relevantes e brilhantes são, até agora, uma grande adição ao cenário da mídia, não um substituto dele.”

“O jornalismo é caro. Não ter jornalismo é muito mais caro.”

A editora também alerta sobre a necessidade de uma definição acerca da identidade de cada veículo, para que o leitor consiga se identificar e engajar com a publicação:

“É duvidoso para mim que qualquer meio de comunicação sobreviverá às próximas duas décadas sem um senso claro de sua própria identidade, políticas, ética, padrões e diretrizes, bem como um canal razoavelmente aberto entre leitores, repórteres e editores importantes. Os leitores têm um zilhão de coisas que podem fazer além de prestar atenção em nós, e até um terço das pessoas simplesmente desistiram das notícias. Se não tivermos clareza sobre quem somos e prestar contas aos nossos próprios leitores, ética e padrões, seremos inúteis, irrelevantes ou ambos”.

Clique aqui e leia a íntegra do artigo no Innovation Midia Consulting Group

 

 

Selecionamos outros textos para você