A educação midiática e o preconceito contra pessoas LGBTQIA+

PALAVRA ABERTA – 24/06/2021
Mariana Mandelli
Junho é reconhecido como o mês do orgulho LGBTQIA+ em diversas partes do mundo, época em que ocorrem manifestações e campanhas em prol da diversidade de orientações sexuais e identidades de gênero — tema que, enfim, tem ocupado cada vez mais espaço nas mídias online e offline.

O papel das redes sociais nesse contexto é imensurável, pois deu voz a ativistas e visibilidade para as demandas e denúncias dessa população, colocando em pauta questões de representatividade que a televisão, a publicidade e o jornalismo não puderam mais ignorar.

Selecionamos outros textos para você