A arma secreta do serviço de streaming da Disney? A nostalgia

ISTÓE DINHEIRO – 15/08/2019

Pesquisa que analisa a aceitação do público com o novo streaming da Disney mostrou que 42% dos entrevistados assinariam o serviço por conta de programas antigos

O mercado de entretenimento espera ansioso para o dia 12 de novembro, quando a Disney irá colocar no ar seu aguardado serviço de streaming, o Disney+, que terá além dos produções da companhia, obras da recém obtida Fox, que trará ao catálogo do aplicativo programas como Simpsons e séries como Prison Break e The Walking Dead. Porém para além de famosos e importantes conteúdos audiovisuais da história, o Disney+ tem uma carta na manga que Netflix e Amazon Prime demorarão décadas para obter: a nostalgia.

Uma pesquisa da Global Web Index sobre as possibilidades do streaming da Disney e a aceitação do público com o novo serviço mostrou que 42% dos entrevistados disseram que assinariam o aplicativo por conta do catálogo que oferece programas que lembram da sua infância, mostrando que a nostalgia vai ser fator determinante para a adesão ao Disney+.

Sobre a questão de preços, a pesquisa mostrou que o valor anunciado de lançamento (US$ 6,99 ao mês) agrada os entrevistados. 69% destes disseram estar dispostos a pagar algo pelo serviço, sendo que 26% entre todos os pesquisados disseram aceitar pagar mais de US$ 10 pelo serviço.

Selecionamos outros textos para você