Morre Roberto Civita, presidente do Grupo Abril e idealizador da ANER

civita-25anosMorreu no fim da noite de domingo (26) o empresário Roberto Civita, presidente do Conselho de Administração do Grupo Abril e responsável pela proposta de criação da Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER), fundada em 1986 para defender os interesses dos editores brasileiros. Nascido em Milão-ITA, Civita tinha 76 anos e estava internado havia três meses no hospital Sírio Libanês para correção de um aneurisma abdominal, onde morreu devido à falência de múltiplos órgãos.

Roberto Civita herdou o comando do Grupo Abril em 1990, após a morte de seu pai Victor, dando início a um processo de diversificação das atividades do grupo. Investindo em treinamento e tecnologia, ampliou a abrangência para todas as fases de produção das revistas, do processo gráfico ao logístico. Mesmo assim, nunca se distanciou da maior de suas paixões: editar revistas.

HISTÓRIA – No fim da década de 50, de volta ao Brasil depois de uma temporada de estudos nos EUA, Civita propôs ao pai a criação de três revistas: uma semanal de informação, uma de negócios e uma com temas masculinos. Era o pontapé inicial para a criação de Veja (1968) e Exame (1968, como caderno técnico), inspiradas respectivamente nas americanas Time e Fortune, além da versão nacional de Playboy (1975). Desde então, participou ativamente do lançamento de dezenas de títulos como Realidade (1966, extinta em 1976), Quatro Rodas (1960), Placar (1970), Claudia (1961), Nova (1973), etc., muitas delas líderes de mercado em seus segmentos até hoje.

Na década de 1980, observando um movimento internacional para defesa dos interesses do mercado de revista, Roberto Civita propôs a criação de uma entidade para defender e fortalecer o meio no Brasil. Em 16 de dezembro de 1986, uma reunião com outros editores brasileiros em Brasília-DF selou a criação da Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER), que há mais de 25 anos defende os interesses do meio Revista. Naquele momento, a Editora Abril, autora da proposta, assumiu 60% dos investimentos para criar a instituição, que logo foi inserida no quadro associativo da FIPP, organização que lhe serviu de modelo. O próprio empresário foi eleito o primeiro presidente da ANER, cargo que ocupou de até 1990. Em 2012, ele foi um dos homenageados na festa de 25 anos da entidade.

Antes de ser internado, Roberto Civita acumulava também os cargos de Diretor Editorial do Grupo Abril e presidente do conselho da Abril Educação, funções que foram assumidas interinamente pelo filho Giancarlo Civita, presidente executivo do Grupo Abril e vice-chairman da AbrilPar. O Grupo Abril informa que o velório terá início às 11h desta segunda-feira (27) no crematório Horto da Paz, em Itapecerica da Serra-SP, e a cerimônia de cremação está prevista para as 17h. Civita deixa a mulher Maria Antonia, os filhos do primeiro casamento Giancarlo, Roberta e Victor, além de seis netos e enteados.

Cemitério e Crematório Horto da Paz
Tel. (11) 4666-5067 (24h)
Rua Horto da Paz, 191 – Potuverá
Itapecerica da Serra – SP – CEP 06870-050

Selecionamos outros textos para você